Curso de Espanhol

Visão Geral

Motivos para buscar um curso de espanhol não faltam. A necessidade de aprender novos idiomas – às vezes, mais de um – é gritante no mercado de trabalho, e o espanhol, como um “idioma irmão” do português, é uma ótima opção para quem se encaixa nesse quadro.

Aliado a isso, como sabemos, praticamente todos os países que estão na fronteira com o Brasil falam o idioma (exceções são Guiana, Guiana Francesa e Suriname), o que torna ainda mais latente a necessidade de buscar um curso de espanhol para aprimorar relações profissionais, como fazer algum tipo de negócio com países do Mercosul.

Mas simplesmente buscar aulas de espanhol não é suficiente. É importante optar por cursos oferecidos por empresas sérias e que trabalhem com uma metodologia comprovadamente eficiente. É o caso da CCLi, que é muito mais do que uma simples escola de espanhol.

Metodologia do curso de espanhol da CCLi

As aulas de espanhol da CCLi têm se mostrado extremamente eficiente graças à sua metodologia única:

Foco no objetivo do aluno: o curso de espanhol oferecido pela CCLi coloca uma lupa na necessidade do aluno e desenvolve as aulas para que ele atinja seus objetivos. Dessa forma, as aulas de um aluno que vai fazer uma viagem de turismo são diferentes das aulas de alguém que vai desenvolver negócios com países que tem o espanhol como idioma oficial, por exemplo;

Turma com interesses semelhantes: para que as aulas possam ter esse caráter específico, mesmo que o aluno opte pela modalidade de curso de em grupo , sua turma é constituída por pessoas com interesses semelhantes, o que melhora o aprendizado e garante uma boa oportunidade de network;

Produção comunicativa: esqueça aquela ideia de que aprender um novo idioma é na base da gramática! O curso de espanhol da CCLi estimula a produção comunicativa por completo, trabalhando tanto a competência oral quanto a escrita;

Curso de Espanhol na CCLi - Diferenciais

  • Consultores de língua espanhola em regime full-time;
  • Montagem do material didático durante o dia a dia, de acordo com as necessidades do aluno;
  • Evento de bate-papo em espanhol: Charla con tapas;
  • Envolvimento tanto com a parte profissional quanto cultural durante as aulas;
  • Apoio da gerência pedagógica para o alcance dos objetivos do aluno;
  • Biblioteca com disponibilidade para consulta e empréstimo do acervo;
  • Quadro Comum Europeu é utilizado como parâmetro do nível linguístico;
  • Plantão de dúvidas on-line.

Você sabia?

Segundo pesquisa da Catho, profissionais que falam inglês e espanhol possuem maior remuneração no mercado de trabalho. No nível de coordenação e supervisão, esses profissionais ganham, em média, 21,78% a mais do que os que estão no mesmo cargo, mas não falam os idiomas.