Falar inglês deixou de ser um diferencial no currículo: é obrigação

Em entrevista à Gazeta de Rio Preto, Daniel Rodrigues explica que com o mundo cada vez mais interconectado, é crucial que as pessoas busquem se comunicar adequadamente em outros idiomas para que possam consolidar novas parcerias

Há muito tempo, o inglês deixou de ser um diferencial e se tornou item obrigatório nos currículos. Conhecer outras línguas, principalmente aquelas diretamente relacionadas com a vaga de trabalho almejada, se tornou item imprescindível para ser o profissional desejado pelas grandes corporações.

Veja o que o diretor da CCLi, Daniel Rodrigues, falou sobre esse assunto no jornal Gazeta de Rio Preto.

estudar-inglês-gazeta

Comente

Mais notícias

Fatal error: Call to a member function end() on null in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72