Jovens vão estudar

Entrevista da consultora de intercâmbio da EF Education First, Letícia Matos, para o Diário da Região

 

O bom momento da economia facilita o intercâmbio, uma modalidade de viagem em que a pessoa vai ao exterior principalmente para estudar inglês, se reciclar profissionalmente ou conhecer culturas. Somente as três principais empresas que oferecem o serviço em Rio Preto enviaram 700 pessoas para outros países nos seis primeiros meses de 2012. 
 
A maioria das pessoas que faz intercâmbio tem entre 20 e 30 anos, ou seja, já concluiu o ensino médio ou curso superior ou busca mais conhecimento para melhorar a posição no mercado de trabalho. Em média, ficam fora do Brasil por 30 dias, o período empresarial de férias. O principal destino é o Canadá – ao custo de R$ 7 mil a R$ 8 mil. 
 
Igual período nos Estados Unidos custa até R$ 3 mil a mais. Inglaterra, Nova Zelândia e Austrália são outras possibilidades para aprender inglês. 
Segundo a consultora de intercâmbio da EF Education First, Letícia Matos, o pacote inclui passagem aérea, acomodação, refeição e curso. Também há jovens que vão ao exterior cursar um semestre ou um ano letivo do ensino médio. 
 
“Também aumentou a procura por intercâmbio para estudar espanhol e francês. Na maioria das vezes, o intercambiário sai do Brasil pela primeira vez.” Ariane Belazzi, 18 anos, gostou tanto de conhecer outra cultura e estudar inglês que embarca, em agosto, para a segunda temporada na Califórnia (EUA) neste ano. Ficou no país norte-americano seis meses. 
 
Volta para intensificar os estudos. “Em pouco tempo aprendi o que demoraria anos em uma escola de idioma.” Já a professora de inglês Paula Ravazzi, 26 anos, de Catanduva, está em Boston (EUA) desde a última sexta-feira. Durante 30 dias vai fazer dois cursos – metodologia do ensino e inglês avançado. 
 
O objetivo é buscar mais conhecimento para as aulas que ministra. Também vai prestar prova de proficiência no idioma. “Estou ansiosa. Vou realizar um sonho. Felizmente, agora foi possível viajar.” Vai gastar R$ 10 mil. 
Lucas Aloisio Lima Quintana, 17 anos, cursa o terceiro ano do ensino médio e chegou em Toronto, Canadá, na semana passada. Ficará hospedado em uma casa familiar por um mês. Ele faz o intercâmbio para aprimorar o inglês. 
 
“O país sempre me chamou a atenção. Toronto é uma cidade de primeiro mundo. Vou aproveitar bastante.” A viagem custou R$ 10 mil. “Foi tudo planejado. Comecei a pesquisar há cinco meses.”Segundo a orientadora de intercâmbio da STB, Raquel de Oliveira, os preços variam muito. É possível viajar para estudar em apenas duas semanas. “É criado um programa de acordo com o objetivo de cada pessoa.” O pagamento pode ser em 24 prestações. 
 
A maioria dos rio-pretenses viaja somente para estudar outro idioma. Mas tem gente que alia a isso objetivos profissionais, lazer ou cultura. 
A especialista afirma que é possível fazer intercâmbio na França com objetivo de estudar vinhos, de mergulho para Austrália e de salsa e merengue na Espanha. “Existem programas para médicos, advogados, jornalistas. Em todas as situações, um curso sobre o idioma local também é inserido.” 
 
Alunos ampliam cultura 
 
Quinze alunos do colégio Anglo do Distrito Industrial, em Rio Preto, desembarcaram ontem na Espanha para 23 dias de intercâmbio na Europa. Além da própria Espanha, visitam França e Inglaterra. Os jovens, de 13 e 17 anos, vão passear pelas principais capitais européias, fazer curso de inglês por duas semanas em uma universidade no Sul inglês, visitar museus e conhecer importantes pontos turísticos. 
 
A família de cada aluno investiu R$ 10 mil. A professora de espanhol Ana Lúcia de Vechiato, a responsável pela viagem, afirma que a experiência será importante porque vai enriquecer o conhecimento. “Voltarão com uma bagagem grande.”Vão passar por Paris, Madri e Toledo, entre outras cidades. Durante o dia vão estudar. À noite participam de atividades culturais.
 
Fonte: diarioweb

Comente

Mais notícias

Fatal error: Call to a member function end() on null in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72