Conheça os principais erros ao falar em inglês

Expressões que usamos no Brasil não têm correspondência direta na língua inglesa, nem em outro idioma

Provavelmente, você já deve ter ouvido aquela frase de que “não se escreve como se fala”. Segundo o site Educação UOL, na língua escrita há mais exigências do que se imagina em relação às regras da gramática normativa. Isso acontece porque, ao falar em inglês (ou qualquer outra língua), as pessoas podem ainda recorrer a outros recursos para que a comunicação ocorra. Já na linguagem escrita, a interação é mais complicada, o que torna necessário assegurar que o texto escrito dê conta da comunicação.

Acontece algo bem parecido ao falar em inglês. Os vícios de linguagem, por exemplo, nos fazem cometer algumas gafes quando falamos em outro idioma e as expressões que usamos na língua portuguesa não têm correspondência direta na língua inglesa — nem em outro idioma. Veja alguns exemplos:

  • Pulling the car ou “puxando o carro”, para dizer que está indo embora, é um dentre muitos exemplos que deixam os gringos com muitas dúvidas. Nesse caso, o certo seria I’m leaving, ou, se quiser usar a gíria, I’m Outta Here;
  • Ao usar o verbo auxiliar did, muitos falantes brasileiros costumam passar o verbo seguinte para o pretérito. Resultado? Saem frases como Did you saw that girl?. Lembre-se: usou did, mantenha o verbo no presente. O certo, então: Did you see that girl?;
  • No português, “seu” pode ser usado tanto na segunda pessoa quanto na terceira. Podemos dizer: “Você vai passear com o seu cachorro” ou “Ela vai passear com seu cachorro”. No inglês, cada pessoa tem seu pronome possessivo. Mas o hábito faz com que muitos brasileiros usem your em vez de his, her ou its. Um exemplo: “Ela passeia com seu cachorro”, no inglês o correto é She walks her dog.
  • Um erro comum é traduzirmos sensible para “sensível”. Uma pessoa sensível é, na verdade, em inglês, sensitiveSensible significa “sensato”.
  • Actually teria tudo para significar “atualmente”, mas não é. Em inglês, significa “na verdade”. Para dizer atualmente em inglês, use currently ou nowadays. Não tem erro. O mesmo acontece com brave, que não corresponde, em inglês, a “bravo”, e sim, a “corajoso”. Se quiser dizer que alguém está irritado, prefira mad ou angry.
  • Para muitos de nós, a expressão affair diz respeito a um relacionamento casual — “um lance”, diriam os mais jovens. Aos gringos, não: é o nome que dão para relações extra-conjugais. Evite, portanto, dizer que está tendo um affair (ainda que esteja mesmo…). Para dizer que está tendo um lance com alguém use: we’re having a thing.

Comente

projeto germinar Mais notícias

23 outubro

Projeto Germinar desenvolve ações com líderes da CCLi com foco em relacionamento humanizado

Líderes da CCLi receberam mentoria do Projeto para desenvolver aptidões de conviv…


Notice: Undefined variable: cacheBlock in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72

Fatal error: Call to a member function end() on null in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72