Intercâmbio: a ideia na prática!

Já pensou em estudar no exterior?

 

Ter um intercâmbio no currículo é sempre um grande diferencial. Entre os benefícios, o domínio de outros idiomas é só um dos exemplos que essa experiência traz à carreira profissional. Além disso, uma vivência no exterior contribui para o desenvolvimento pessoal e cultural, agregando conhecimento e ensinando a ver o mundo com um olhar mais crítico, mais ousado e menos banal.
 
Segundo Letícia Matos, consultora de intercâmbios da EF – Education First de Rio Preto, “quem faz intercâmbio quebra barreiras linguísticas, culturais e geográficas que dividem o planeta. Por isso, essa é uma experiência que transforma as pessoas em cidadãos do mundo”.
 
Maior empresa de cursos no exterior do mundo, a EF tem parceria exclusiva com a Universidade de Cambridge, garantindo a qualidade de ensino oferecida. “Quem procura a EF sabe da credibilidade das escolas. Prova disso é o alto índice de satisfação de nossos clientes”, afirma Letícia. 
 
Quer mais motivos para estudar no exterior? Então leia estes depoimentos de clientes da EF satisfeitos com as experiências:
 
Charles Duarte, 22 anos – Foi para Chicago (EUA)
Fiz intercâmbio porque queria aperfeiçoar meu inglês e, como sou super otimista, sabia que essa seria uma experiência que valeria a pena independente de como fosse, pois eu não estaria sozinho e vivenciaria tudo com pessoas de outros países. Assim, também pude fazer muitas amizades, conhecer uma nova cultura e até “incrementar” o currículo.
Para mim, um dos maiores aprendizados foi não depender tanto dos outros e ver os obstáculos como desafios!
 
Catharina Calochi, 27 anos – Foi para Miami (EUA)
Procurei o intercâmbio parar me inserir integralmente no inglês, tornando mais fácil o aprendizado.
Optei pela EF Miami Beach pela sua estrutura (muito bem organizada e com uma localização privilegiada). A cidade é espetacular: une o útil ao agradável, aliando estudos e vida noturna/passeios. 
Essa experiência me proporcionou melhoras linguísticas e um maravilhoso convívio com estudantes de outros países e culturas diferentes.
 
Antonio Marcos da Silva, 36 anos – Foi para Boston (EUA)
Quis fazer o intercâmbio para ter uma “imersão” na língua inglesa e poder viajar para os Estados Unidos e as minhas expectativas eram no sentido de como seria a minha comunicação por lá. A experiência foi fantástica sob todos os aspectos e eu pude perceber o quanto nós, brasileiros, podemos evoluir em termos de educação, ensino, tecnologia e infraestrutura. Isso tudo fez de mim uma pessoa melhor.

Comente

aprender espanhol Mais notícias

11 agosto

5 motivos para um universitário aprender espanhol

Com o desenvolvimento da América do Sul, o espanhol tornou-se uma língua tão…


Notice: Undefined variable: cacheBlock in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72

Fatal error: Call to a member function end() on null in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72