Linguagem sem fronteiras

Tradutor do CCLi participa como intérprete em entrevista concedida por um dos precursores do hip hop

Provando que as línguas podem unir culturas e nações, o tradutor do CCLi Juny KP participou, ontem, como intérprete em entrevista ao vivo para uma rádio da cidade, concedida pelo bboy americano Ken Swift.

Swift, que está no Brasil especialmente para ministrar uma oficina de breaking, estilo de dança do hip hop, falou de forma descontraída sobre início da carreira, gostos musicais e estilo de vida da cultura hip hop.

Com anotações rápidas e, visivelmente, confortável com o entrevistado, Juny KP demonstrou muita simpatia, conhecimento do assunto e leveza ao transpor as palavras de Swift para a língua portuguesa.

Breaking

A oficina de breaking, que será realizada hoje, tem início às 19h, na Swift, e faz parte da programação do 3º Festival Olho da Rua, promovido pela Faperp (Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Rio Preto) em parceria com a Casa do Hip Hop.

Comente


Fatal error: Call to a member function end() on null in /home/cclinet/www/wp-content/themes/ccli/single.php on line 72